Nossos produtos

Série "Se preparando para 2018" - Formando Lideranças!

Série "Se preparando para 2018" - Formando Lideranças!

Final de ano chegando e significa que o chegou o momento de começarmos a nos preocupar com sucessão! Por isso, o Pedro Maciel preparou uma série de artigos que irá nos ensinar muitos detalhes sobre como fazer a melhor cogestão: vem acompanhar a gente nesses três dias, com o primeiro!

Michael Eisner foi um líder exemplar para a Disney. Passou 21 anos como CEO da maior empresa de entretenimentos do mundo e prosperou até 2004, quando uma crise financeira afetou de forma pesada a organização, levando o seu conselho de administração a querer a sua demissão da maior posição de liderança da empresa. Com muita credibilidade, Eisner consegue permanecer na Disney após o ocorrido, entretanto não com a mesma estabilidade anterior. Não existe a mesma confiança em seu trabalho dos acionistas. Ele começa a perceber que de fato, é necessário haver uma mudança na direção da organização a qual ele tanto se dedicou. A resposta estava na sua frente! Robert Iger, um dos seus liderados, após um processo cuidadoso de sucessão, assumiu o papel de CEO da organização levando a outros patamares como a compra da Pixar, Marvel Studios e Lucasfilm em sua gestão. A Disney, ao contrário de outras empresas, teve um excelente processo de transição de lideranças.

- O que leva as empresas terem sucesso na sucessão? Qual a importância do processo de transição das organizações?

- Ainda melhor: Como, no Movimento Empresa Júnior, que possui um modelo que por si só, já possui uma rotatividade muito maior de lideranças e liderados pode ter sucesso e crescimento ano após ano? Como não deixar que as transições de gestões não tenham falhas?


A resposta para esta pergunta é a importância na execução do processo de SUCESSÃO e COGESTÃO da sua empresa júnior.

Em três artigos, acompanhe 5 dicas valiosas para obter êxito nesses processos que devem ser um dos MELHORES da sua EJ.


#1. Fomente lideranças na sua empresa júnior.
A sucessão de uma empresa júnior não é o processo de você eleger novas lideranças (diretorias, gerentes, coordenadores…). O processo de sucessão está inteiramente ligado ao processo de formação de lideranças da sua organização. Mas como formar lideranças?
O primeiro passo é a liderança pelo exemplo. Quais são os acordos da sua empresa júnior? Quais são os valores e comportamentos que a sua cultura preza? (acesse esse post sensacional do Rogério Chér sobre cultura no linkedin) É papel fundamental das lideranças serem espelhos desses acordos sociais, convivendo e influenciando pelo exemplo diário nas pequenas coisas da rotina organizacional, como conta Margaret Heffernan em seu livro “O poder das pequenas coisas”:
O segundo passo é formar as próximos líderes. Mas o que é liderança para sua Empresa Júnior? Aqui vai um exemplo:
Um recente estudo dos professores das cadeiras de liderança da Harvard Bussiness School definiu três características principais de uma liderança de resultados:
a) Capacidade de tomar decisões rápidas;
b) Capacidade de se adaptar a mudanças;
c) Disciplina e resultados no dia a dia.
Um formação de lideranças de sucesso faz com que o membro da sua empresa júnior vivencie, desenvolva e viva as principais características de uma liderança na cultura de sua empresa. Por exemplo, se for capacidade de se adaptar a mudanças, estimule o Job Rotation da sua empresa júnior. Se for capacidade de decisões rápidas, estimule a postulação a posições de lideranças de projetos externos (para o cliente) ou internos (de gestão) para que este tome decisões cada vez mais estratégicas. Caso abarque também disciplina e resultados garanta que na sua EJ exista um sistema de gestão que promova rotinas e ritos de gestão além de uma cultura de meritocracia e promova aqueles que tem melhores resultados em suas metas. Em resumo: define o que é liderança para sua EJ e em seguida faça os vivenciar essa liderança ainda no início da sua jornada enquanto empresário júnior.
Além desse tópico,
formar lideranças é empoderar. Fica o questionamento para as lideranças: o que você faz hoje, que outros futuros líderes já poderiam executar para visualizar um futuro como líder? Se não existem candidatos a futuras lideranças é a falta de empoderamento de membros da sua empresa júnior por parte das lideranças. Formar lideranças pode ser um processo/projeto da sua EJ sim, e a liderança atual tem responsabilidade direta neste ponto.
O Movimento Empresa Júnior diretamente pela formação de lideranças. No nosso framework mais conhecido, a vivência empresarial, temos a formação de lideranças no pilar gestão. Segundo o framework que contém no PE da Rede:

  1. Capacitar para gestão: Aqui, o empresário júnior acabou de entrar na EJ. Este primeiro passo consiste na preparação para a futura posição de liderança. Buscar a capacidade de liderar a si mesmo, com conteúdos como autoconhecimento e buscar a capacidade de liderar um grupo e liderar uma organização, compreendendo o que é liderança e se aprofundando no assunto.
    -
    Papel da EJ: Proporcionar capacitação, reflexão e vivência no assunto desde o programa trainee da EJ.

  2. Alcançar metas consistentemente: Antes de assumir uma posição de liderança é fundamental que o empresário júnior alcance metas consistentemente em seu projeto, e gere resultados para a organização. Entender a fundo o negócio da empresa e ter contribuído diretamente para seu crescimento dá credibilidade e experiência para assumir uma posição de liderança. Neste momento, o empresário júnior já está realizando projetos e realizando os processos do dia dia.
    -
    Papel da EJ: Proporcionar projetos externos e internos para os seus membros, de forma que todos possam gerar resultados e não ficarem ociosos na sua vivência empresarial.

  3. Formar uma equipe de alta performance: Após esse processo de preparação, é hora de gerar resultado, com o time, fazendo o certo. Como liderar? Como se adequar o meu estilo de liderança ao estilo de liderança da minha equipe? Como gerar resultados com a minha empresa? Nesse momento, é hora de se preparar para suceder as atuais lideranças da empresa e se preparar para uma intensa jornada de liderança.
    -
    Papel da EJ: Realizar uma sucessão cuidadosa, dando as ferramentas necessárias para a preparação do futuro líder e realizando um processo de eleição cuidadoso e ético.

Após fomentar lideranças na sua EJ, agora é hora de sucessão! Acompanhe no próximo artigo amanhã, galera!!

  • 460+HITS