Grandes negócios de sucesso sabem bem da importância de construir uma cultura organizacional forte e reforçá-la constantemente através das pessoas e processos. Dentro disso, é essencial utilizar-se das estratégias de atração e seleção para trazer pessoas alinhadas a cultura e dispostas a vivenciar desafios e conquistar resultados com a empresa.

--

A cultura nada mais é do que a personalidade de uma empresa, o jeito como ela pensa, age e faz negócios. Uma vez que tudo isso depende das pessoas, é essencial que os processos de Atração e Seleção estejam a serviço da empresa não apenas para trazer os melhores candidatos/colaboradores, mas também, e principalmente, para trazer pessoas altamente alinhadas à cultura organizacional. Só assim será possível reforçá-la e mantê-la viva a longo prazo dentro da corporação.

Além disso, o alinhamento cultural é um quesito fundamental na adaptação e felicidade do colaborador com a empresa e, portanto, na sua performance. A identificação cultural pode até não ser determinante para um bom desempenho, mas ela certamente influencia e potencializa a permanência e produtividade do colaborador dentro da empresa e, com isso, os resultados do negócio. Duvida? Pense nas pessoas que considera grandes profissionais em termos de resultado (podem ser personalidades públicas ou do seu círculo social). Elas não parecem apaixonadas por seus desafios e, mais ainda, que se divertem trabalhando? Isso porque, muito provavelmente, elas estão alinhadas à cultura do local em que trabalham.

Quer um exemplo prático? Trazemos o case do Recruta Stone, processo seletivo que entrega uma intensa imersão cultural no negócio e é, inclusive, usado como maior ritual de cultura dentro da Stone. Alguns dos seus principais objetivos são, justamente, treinar os líderes em cultura e seleção de candidatos e, sobretudo, trazer pessoas altamente alinhadas à cultura do negócio e capazes de agregar valor a ele a longo prazo. Entenda mais como transmitir e reforçar a cultura da sua empresa através das pessoas e processos seletivos com o Recruta abaixo:


Cultura Organizacional para garantir o foco em resultados

O Recruta é uma imersão cultural disfarçada de processo seletivo. Mas, este é um meio para o fim principal do programa: “Contratar pessoas com grande potencial de entrega para a Stone a longo prazo.”

Partindo da ideia de que, quanto mais alinhada à cultura, mais a pessoa tende a se encaixar no grupo e produzir grandes resultados, é natural concluir que trazer pessoas com fit cultural, ou seja, que se identifiquem com as diretrizes da organização, é um ótimo caminho para potencializar, de maneira sustentável, a produtividade e o crescimento dela.

Por isso, no Recruta, a cultura da Stone é mostrada extensivamente aos candidatos através da comunicação (conteúdos nas redes sociais, lives, blog e e-mail) e das etapas do processo seletivo. Além disso, existe uma atenção enorme à forma como se atende os candidatos e aos discursos de feedback que são feitos.

Aliás, o comportamento das pessoas que participam do processo e entram em contato com os candidatos é um ponto tão essencial que, inclusive, será abordado separadamente a seguir.

Trabalhe o comportamento dos líderes

Você, como bom empreendedor, sabe bem o poder que os líderes têm para engajar as equipes a conquistar ou não os resultados, não é? Isso porque os líderes têm grande influência na cultura que é percebida e praticada na empresa.

Portanto, utilize o máximo de artifícios e estratégias que puder para treinar os seus líderes e garantir que estejam orientando as pessoas e a empresa na direção da cultura e do sucesso. É importante se ter um foco e saber para onde remar, afinal é muito mais fácil se remarem todos juntos em prol de um mesmo propósito. Dentro disso, o processo seletivo pode ser uma ferramenta poderosa.

O Recruta, por exemplo, funciona como um dos principais meios para fortalecer e disseminar internamente a Cultura​. Isso é feito por meio de treinamento e capacitação de, aproximadamente, 100 líderes de toda a companhia no que tange cultura e comportamento. Além disso, o processo aproveita para integrar as mais diversas lideranças da empresa e formá-las também em Gente; ou seja, em técnicas de seleção e sobre a importância de trazer gente melhor para dentro da companhia.

Reforce, reforce e reforce a cultura a todo o tempo

Como já dissemos, a cultura é definida e mantida viva através das pessoas. Por isso, ela é frágil e pode ser facilmente perdida com as mudanças e novos times. Desta forma, é essencial que se construam processos, rotinas e rituais que garantam a contínua perpetuação da cultura ao longo do tempo. E lembrem-se: cultura é comportamento! Por isso, devemos agir pelo exemplo.

Dentro dessa linha de pensamento, o processo seletivo, dado o seu caráter de processo e rotina, pode também ser um ótimo meio e ritual para se reforçar a cultura. O Recruta, por exemplo, é uma das principais ferramentas da Stone para disseminar sua cultura interna e externamente, com o objetivo de atrair as pessoas que se identificam com ela.

Sendo assim, é certo que, pelo menos uma ou duas vezes ao ano, toda a companhia e os principais líderes se unam, relembrem o porquê de fazerem o que fazem, como fazem, e o que deve ser tolerado ou não, perante o comportamento que se espera de todos da equipe (isto também é um importante ponto dentro de uma cultura organizacional). Assim, será possível decidirem juntos o que – e, assim, quem – querem para o negócio a longo prazo.

--

Em conclusão, a cultura organizacional é de suma importância para os resultados e crescimento de uma empresa e depende, sobretudo, das pessoas que a vivenciam. Por isso, utilize ao máximo das suas pessoas (e líderes), processos (principalmente os seletivos), rotinas e rituais para disseminar e reforçar a cultura da sua empresa e mantê-la viva ao longo do tempo. Perceberá que isto fará com que a sua empresa se mantenha viva também. 😊

E ficou curioso(a) por saber mais sobre o Recruta Stone? Acesse o site oficial aqui: http://www.recrutastone.com.br/

por Carol Lafuente,

Analista de Atração de Talentos da Stone