Brasil Júnior

  • 1340+HITS

Global Journeys: Saiba como foi a Missão internacional de Expansão

Brasil Júnior e Eureca realizam nos EUA a primeira missão internacional de Expansão do MEJ nas Américas

Em 2016, no Brasil, fechamos o Nordeste e Centro-Oeste e já começamos com tudo confederando 2 estados no Norte. Dobramos de tamanho em poucos anos e estamos gerando mais impacto que nunca e todo esse salto deixa ainda mais latente o quanto poderíamos ser maior em todo o globo.

Conscientes do nosso papel de romper nossas fronteiras e levar esse crescimento para outras terras, os embaixadores da Brasil Júnior, junto com as lideranças do MEJ Global, vem investindo muitos esforços para que o Movimento alcance maior representatividade ao redor do mundo.

Nesse contexto, idealizou-se a primeira edição das Global Journeys, um projeto criado em parceria entre Eureca, JE USA e Brasil Júnior, que objetiva levar desenvolvimento e compartilhamento de experiência a jovens ao redor do mundo, tendo sua primeira parada nas Empresas Juniores dos Estados Unidos.

O projeto representou um primeiro passo para reduzir as distâncias do trabalho internacional de expansão, contribuindo cada vez mais com a globalização do Movimento Empresa Júnior! E para tirar esse primeiro passo do papel, os embaixadores da Brasil Júnior e a Eureca, empresa brasileira que leva energia jovem ao mundo do trabalho, juntaram forças para estruturar um programa de visitas e workshops com 5 Empresas Juniores, da Costa Leste à Oeste dos Estados Unidos.

Com o objetivo de desenvolver as iniciativas e empresas juniores e consolidar o MEJ nos EUA, o programa passou por Tampa, Atlanta, Chicago, Davis e San Diego. Em cada cidade, buscou colaborar e facilitar para a construção da identidade do MEJ estadunidense, os ajudando a encontrar seu propósito e trazendo consciência para a importância e responsabilidade do papel de iniciar o Movimento no país.

A partir das metodologias de desenvolvimento profissional e pessoal da Eureca, a Global Journeys fez os Empresários Juniores dos Estados Unidos enxergarem a EJ como uma oportunidade para explorar seu propósito. O resultado foi o começo da formação de empresários comprometidos e capazes de entregar seu potencial impactando a sociedade estadunidense. Um exemplo inequívoco pode ser percebido pelo depoimento do Presidente da JE USA - Confederação Estadunidense de Empresas Juniores, Vitor Valentim:

"The visits from Global Journeys were of tremendous impact. It engaged each Junior Enterprise in a process of self-discovery to pinpoint specific weak links and develop strategies to move forward and promote a stronger organizational culture."

"As visitas da Global Journeys foram de tremendo impacto. Elas engajaram cada Empresa Júnior em um processo de auto-descoberta para identificar dores específicas e desenvolver estratégia para superá-las e promover uma cultura organizacional mais forte"

O Movimento Empresa Júnior chegou nos Estados Unidos após a vinda do professor Dave Goldberg, da University of Illinois Urbana-Champaign, para palestrar no JEWC 12, em Paraty. Fascinado pelo conceito e propósito que presenciou no Brasil, resolveu implementá-lo nos Estados Unidos colaborando com a fundação da primeira EJ, CUBE Consulting.

Agora, mais uma vez, o Brasil colabora para a consolidação do MEJ nos Estados Unidos funcionando como principal ator para a formação de um Movimento coeso e cada vez mais forte nas Américas. Além disso, a chegada do Conceito Empresa Júnior nos Estados Unidos abre importantes portas para o MEJ global dentro do ecossistema americano.

O trabalho de Expansão internacional do Movimento Empresa Júnior vem alcançando importantes resultados no passado recente, devido à fundação do Conselho Global de Empresas Juniores, fundado no JEWC 16, e que agora é responsável pela globalização do MEJ. Temos como meta confederar 10 novos países até 2018! Isso significa quase dobrar o número de confederações nacionais em 3 anos e bons passos já foram dados nesse caminho.

Avanços esses que vão desde à conquista de Confederações importantes na África, como Camarões e Marrocos, até um enorme salto dado nas Américas, que um ano atrás contava apenas com 15 iniciativas e EJs em países não confederados, e que agora já se somam mais de 50! Conectados pelo mesmo desafio, os Estados Unidos, Chile, Argentina, Bolívia, México e Colômbia estão caminhando a passos largos para a formação de uma comunidade americana de empresas juniores, juntando-se aos já confederados Brasil e Canadá.

Esses são só os primeiros passos para fazermos o papel da Brasil Júnior no MEJ Global ser cada vez mais relevante e gerar ainda mais impacto!

Em tempos de crises internacionais, o Movimento Empresa Júnior leva para o mundo o espírito de colaboração e reciprocidade. A partir da troca irrestrita de informações, nos capacitamos melhor e prestamos os melhores serviços para o mercado, formando excelentes lideranças e disseminando conhecimento para a sociedade. Você e todo o Movimento Empresa Júnior Brasileiro já fazem parte disso!